sábado, 19 de agosto de 2017

sexta-feira, 28 de julho de 2017

PM de Pedras de Fogo prende dois indivíduos por tráfico de drogas


Nessa quarta-feira (26), a Polícia Militar do município de Pedras de Fogo, Zona da Mata Paraibana, Litoral Sul, logrou êxito com a prisão de dois indivíduos que vendiam entorpecente.

terça-feira, 25 de julho de 2017

História do município de Pedras de Fogo é destaque na TV Assembleia



A TV Assembleia apresenta, nesta terça-feira (25), a história do município de Pedras de Fogo, situado no litora sul paraibano. Além da história, o programa aborda o desenvolvimento cultural da cidade e o funcionamento da agricultura local.

sábado, 22 de julho de 2017

Adolescente surdo mudo é assassinado por não ouvir ordens de bandidos durante assalto em bar na Paraíba



O adolescente Gabriel Santos Silva, de 17 anos, que era surdo mudo, foi assassinado a tiros durante um assalto a um bar na cidade de Pedras de Fogo, na região da zona da mata paraibana, na noite desse sábado (21).  Ele não obedeceu a ordem dos criminosos por ter problemas auditivos e foi morto.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Inscrição aberta para curso técnico de Informática em Pedras de Fogo

São 60 vagas para quem está cursando o 1º ou 2º ano do Ensino Médio. Turma é de EaD e seleção é gratuita

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) publicou edital de inscrição para o Curso Técnico em Informática Concomitante ao Ensino Médio ofertado no Campus Avançado de Pedras de Fogo. O curso é na modalidade de Ensino à Distância e oferece 60 vagas.

Policiais acusados de matar estudante em Itambé viram réus

Estudante foi baleado por tiro de borracha, a mando de um oficial da PM, e arrastado em Itambé. Foto: Reprodução/TV Jornal


Os quatro policiais militares envolvidos na morte do estudante Edvaldo da Silva Alves, em Itambé, na Mata Norte de Pernambuco, vão sentar no banco dos réus. A Justiça acatou denúncia do Ministério Público. O capitão Ramon Tadeu Silva Cazé, que deu a ordem para o disparo que atingiu a vítima durante protesto que cobrava mais segurança para a cidade, vai responder por homicídio doloso (com intenção de matar) e por tortura. O soldado Ivaldo Batista de Sousa Júnior, que atirou na vítima com uma espingarda calibre 12 carregada com cartucho de projétil de elastômero (bala de borracha), foi denunciado por homicídio doloso. Alexandre Dutra da Silva e Silvino Lopes de Souza, que estavam no momento do protesto, vão responder processo por omissão de socorro. Os quatro PMs têm até dez dias para apresentar a defesa. A Justiça não solicitou a prisão dos policiais, mas determinou algumas medidas cautelares (veja abaixo). 

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Por Patricia Alves


Patricia Alves, de 25 anos de idade, acometida por uma patologia de nome Megacólon, posta em sua conta no facebook agradecendo a ajuda das pessoas.