segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Valdinho é o nome que eclode politicamente em Pedras de Fogo

Foto: internet
Evaldo Romão dos Santos, popularmente conhecido como Valdinho é o nome que aparece como um possível continuador de um projeto político e, talvez, até como candidato a deputado estadual. Pelo menos isto é o que mostra a divulgação de seu nome nas redes sociais: fotos e vídeos em encontros comunitários, acompanhado de correligionários, no qual Evaldo se porta e já discursa semelhantemente a um pretenso candidato, é o que dar a entender. 

Evaldo é por formação contabilista e já tem uma experiência de mais de 7 anos como diretor administrativo e financeiro da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (EMPASA).

Dada a situação favorável, como por exemplo a boa avaliação dos governos dos quais participa, estadual e municipal, no primeiro como já mencionado e no segundo como um tipo de tutor, cogita-se que seu nome se mostra mais como um esboço para continuação de um projeto de governo para o ano de 2020 em Pedras de Fogo. Se tem cacife ou não é o que o tempo dirá. Mas na política se pode esperar de tudo, alcançar uma cadeira na Assembleia Legislativa também é possível, visto que Evaldo já desfruta de certa influência política e, sobretudo, pela sua nítida vontade de participação mais ativa nela.

Dito isto, Valdinho é o nome que sai da boca do povo como o nome da pessoa que congrega os atributos para um embate eleitoral contra o candidato a deputado estadual do principal adversário político do atual prefeito, Dedé Romão. E como todos sabem, este adversário é o deputado federal licenciado e atual vice-prefeito da capital da Paraíba, Manoel Junior.

Daí a percepção de que, além de uma possível eleição para a Assembleia Legislativa, enfrentando o candidato de Manoel Junior, caso a candidatura não passe de uma aventura e não for alcançada a "cadeira" na Casa, seu nome estaria fortalecido o suficiente para uma disputa com vistas a suceder seu irmão Dedé. Claro, ainda é muito cedo e nada pode ser confirmado oficialmente. Tudo isso depende de tempo e muita articulação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário