terça-feira, 11 de abril de 2017

Caso Edvaldo: atingido por disparo efetuado por PM acaba falecendo

Foto Instagram

No dia 17 de março, a população de Itambé-PE se mobilizou em protesto contra a violência reinante no município, para chamar a atenção das autoridades e conseguir uma solução aos problemas dos constantes assaltos e aos altos índices de homicídios violentos nesta região.

No decorrer do protesto, quando os cidadãos se negaram a deixar de obstruir a via, PE-75, onde aconteceu a mobilização, sem nenhuma cerimônia por parte dos policiais, que foram filmados pelos manifestantes, foi efetuado um disparo. Um jovem que participava foi atingido por um tiro de espingarda 12, realizado por um soldado da PM, na virilha do cidadão, com munição não letal, porém à queima-roupa, rompendo assim uma artéria muito importante, deixando o rapaz em estado grave, em coma induzido, devido a grande quantidade de sangue que perdeu.

O caso tomou repercussão nacional, e foi veiculado nas duas maiores redes de TV do país, como também foi denunciado em várias páginas nas redes sociais.

O deputado estadual pelo Estado de Pernambuco, Edilson Silva (PSOL), presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, cobrou do Governador Paulo Câmara (PSB) uma rigorosa apuração do caso como também punição aos policiais envolvidos.

Infelizmente, na madrugada desta terça-feira, o jovem Edvaldo da Silva Alves, de 22 anos de idade, teve complicações no seu estado de saúde e acabou vindo a óbito.

Veja vídeo do protesto e o momento do disparo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário