terça-feira, 29 de novembro de 2016

Mais uma vez Manoel Júnior deixa Pedras de Fogo sem emendas parlamentares

Reprodução internet

Manoel Júnior que sempre ao retorna a sua terra natal em eventos políticos, faz questão de falar dos supostos investimentos adquiridos por seu mandato na Câmara Federal. Mas bem na verdade esses recursos foram enviados na gestão da sua Tia, Clarice Ribeiro, e não se ver aplicabilidade na cidade. E desde que sua família deixou o comando do município em 2012, o deputado federal tem deixado de enviar recursos para Pedras de Fogo através das chamadas emendas individuais.

Em 2017 não vai ser diferente, já aprovada a lei orçamentária, os deputados apresentaram suas emendas e novamente Manoel Júnior deixou Pedras de Fogo de fora. Mesmo sendo o último ano em que estará no Congresso nacional pois deixará o cargo para assumir a vice prefeitura de João Pessoa, o deputado não deu preferência a sua cidade de origem.

Várias cidades pequenas irão receber emendas por projetos de Manoel Júnior entre elas São Miguel de Taipú, Santo André, Vieirópolis, Caraúbas, Natuba, Serra da Raiz.  Todos eles contribuirão de forma inexpressiva para reeleição do referido deputado.  No quadro é possível ver os valores das emendas e quantidade de votos de Manoel Júnior nas eleições de 2014 nesses municípios.


A soma dos votos obtidos por Manoel Júnior nos oitos municípios não consegue atingir o total de votos adquirido pelo deputado só em Pedras de Fogo, mesmo assim eles irão receber mais de quatro milhões de reais em emendas, enquanto Pedras de Fogo não vai receber nada.

As emendas individuais são destaques no orçamento da união que em que os deputados destinam diretamente recursos para um município ou instituição, ou seja, dizem para onde, e como vai ser gasto o valor da emenda. É por meio dessas artimanhas no orçamento que cidades pequenas conseguem recursos federais para obras de impactos locais.

Fonte: Fronteira Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário